segunda-feira, 10 de agosto de 2015

A NFL está voltando!!!

É, esse final de semana aconteceu o primeiro jogo de pré-temporada da NFL, entre o Minessota Vikings e o Pittsburg Steelers. Teremos mais 4 finais de semana de jogos de preparação até que a temporada regular comece pra valer em setembro.  Ainda é cedo pra se falar muito, mas certamente já podemos fazer algumas previsões sobre as equipes favoritas a brigarem por uma vaga no Superbowl 50, que deve ser, por si só, histórico. 

Como a NFL é dividida entre a AFC e a NFC, vou falar sobre os favoritos de cada conferência nesse post, começando pelos time da NFC:

1 - Seattle Seahawks: depois de perder o Superbowl por 1 jarda ano passado, a equipe de Seattle está ainda mais forte no seu ataque, com a adição do TE (tigh end) Jimmy Graham, ex-New Orleans Saints e um dos melhores da liga. A equipe continua fortíssima na defesa, sob o comando de Richard Sherman, Kam Chancellor e Earl Thomas III. Marshawn Lynch parece ainda ter muita lenha pra queimar e Russell Wilson, com contrato renovado, é plenamente capaz de levar a equipe de Seattle ao Superbowl mais uma vez.

2 - Green Bay Packers: A equipe do Wisconsin é a mais forte da conferência nacional, junto com os Seahawks, e contam com o melhor quarterback da atualidade, Aaron Rodgers. O time de wide receivers continua excelente - Jordy Nelson é o maior destaque - e o running back Eddie Lacy deve continuar o bom ano que teve na última temporada. Na defesa o time segue muito forte, com Clay Matthews sendo seu principal nome, e talvez o maior ídolo atual da franquia multi-campeã.

Com essas duas equipes se destacando muito em relação ao resto da divisão, acho que é muito difícil que outra franquia chegue ao Superbowl pela NFC, mas eu apostaria em alguns times para "correr por fora" na Conferência:

- Dallas Cowboys: a excelente linha ofensiva ajuda Tony Romo a ter muito tempo para pensar e sua última temporada refletiu isso. Além disso, Dez Bryant é um dos melhores recebedores da liga e vale ficar atento pra ver se a linha ofensiva vai conseguir consagrar mais um running back. Se tudo estiver nos conformes o time deve ganhar sua divisão e tentar algo mais na pós-temporada.

 - Arizona Cardinals: apesar de ser difícil desbancar o Seahawks na divisão, o time de Phoenix é muito forte e ano passado, mesmo com diversas lesões, fez uma campanha decente. Esse ano, com Carlson Palmer saudável, municiando Larry Fitzgerald e Michael Floyd, e a adição do Mike Iupati na linha ofensiva, além de uma defesa muito competente comandada pelo cornerback Patrick Patterson, acho que o time é figurinha carimbada no wild card, e pode até conseguir algo a mais.

- Outros times que podem surpreender: Detroit Lions (com Megatron saudável), Minessota Vikings (vamos ver como o Adrian Peterson volta), Philadelphia Eagles (veremos se DeMarco Murray é ou não "invenção da linha ofensiva dos Cowboys), Atlanta Falcons e Carolina Panthers.

Na AFC, o panorama é o seguinte:

1 - New England Patriots: o atual campeão do Superbowl terá o desfalque do Tom Brady pelas primeiras 4 rodadas da temporada, por causa das polêmicas com o esvaziamento das bolas na final de conferência contra o Indianapolis Colts. Apesar disso, o time manteve a base campeã, e com Rob Gronkowski e um belo time de recebedores, além de um grande treinador, pode se sair muito bem mesmo jogando sem Brady nas primeiras rodadas. O grande desfalque da equipe da defesa foi a saída do cornerback Darelle Revis, que retornou ao New York Jets. Apesar da divisão ter subido bastante de nível da temporada passada pra esta (Revis nos Jets, Suh nos Dolphins e McCoy nos Bills), os Patriots ainda estão muito acima dos rivais, e não devem ter dificuldades para irem à pós-temporada como campeões de divisão.

2 - Indianapolis Colts: Comandados pelo talentosíssimo quarterback Andrew Luck e com o reforço do ótimo wide receiver Andre Johnson, o time deve seguir tendo um dos melhores ataques da liga, com Luck fazendo números excelentes por mais um ano. A fragilidade dos adversários de divisão - o Texans de JJ Watt até pode surpreender, mas Titans e Jaguars são deploráveis - ajuda bastante a equipe, que certamente irá aos playoffs, a não ser que aconteça alguma desgraça.

3 - Denver Broncos: As questões acerca do longevidade de Peyton Manning e a mudança no comando técnico da equipe podem fazer dos Broncos um pouco menos favoritos do que nos últimos anos, mas ainda assim são os favoritos em sua divisão e têm um time muito balanceado, recheado de armas ofensivas e com bom nomes defensivos. Resta saber se Manning terá forças para levar o time longe na pós-temporada.

4 - Baltimore Ravens e Pittsburg Steelers: Rivais de divisão, talvez na divisão mais equilibrada da NFL, os times podem fazer excelentes campanhas, tanto na temporada quanto nos playoffs. Os Ravens tem um dos - se não o - times mais equilibrados da liga, e Joe Flacco já mostrou que é capaz de levar o time longe. Os Steelers têm muita força ofensiva, com Big Ben e Antonio Brown sendo uma das melhores duplas de quarterback-wide receiver da atualidade, e com Le'veon Bell sendo um grande desafogo no jogo corrido.

Além desses times, "correm por fora":

- Kansas City Chiefs: Jamaal Charles é espetacular, e Justin Houston comanda uma defesa muito competente. Se Alex Smith conseguir desenvolver um bom jogo aéreo (quase inexistente ano passado) o time tem plena capacidade de chegar aos playoffs, ainda que pelo wild card.

- Cincinatti Bengals: A.J. Green comanda o ataque, e o time vem sempre chegando aos playoffs, apesar de não conseguir ganhar na pós-temporada. Terão uma forte concorrência na divisão, a mesma de Ravens e Steelers, o que pode complicar na luta pelo wild card.

- Outros times que podem surpreender: Miami Dolphins (será que Suh era a peça que faltava ao time de Miami dar um passo a frente?), San Diego Chargers (se as lesões não atrapalharem, Phillip Rivers e companhia podem chegar aos playoffs), Houston Texans (JJ Watt é o melhor jogador de defesa da liga e com Clowney - grande promessa do College - saudável, a defesa pode ser muito temida) e Buffalo Bills.

Nenhum comentário:

Postar um comentário